sexta-feira, setembro 15, 2006

vegetal

sem regar as plantas secas dos meus pés
ao sol
curvado o caule
e estendida sob o céu da tua boca
espero que os meus cabelos se transformem
nas palmas
das tuas mãos.

7 comentários:

Menina_marota disse...

Gostei destes teus desabafos... por vezes lia-me... ou seria, que me revia?

Um abraço e boa semana ;)

inominável disse...

Obrigada pela visita. Os posts aqui estão sempre abertos...

Boas marotices.

Ser&Grafia disse...

um amor ecológico, em forma de flor ou árvore. mas um vegetal que se esconde...

magarça disse...

gostei tanto...

Anónimo disse...

Escreves como uma doutorada

Ida disse...

Tou à tua espera!

MRF disse...

muito bonito!