segunda-feira, novembro 12, 2007

negócio

pagas o meu esperar-te
com um silêncio agudo e absoluto

temos que estabelecer outra moeda de troca
equilibrar as transacções
ou abrir falência
deste amor

.

15 comentários:

Luis Eme disse...

Uma mensagem poética sublime...

com um final tão claro...

Maria Muadié disse...

o silêncio agudo dói pra caramba.

un dress disse...

alguém te contou...

da minha vida...!?


/afi(n)ado o poema...





beijO

Ida disse...

Que lindo, mulher! Os seres que te habitam aguçam-te a sensibilidade. Ou apenas a fazem aflorar mais depressa. Tanta beleza em tão pouco espaço de palavras.

legivel disse...

stock das palavras reposto
e nem sequer estamos em agosto

a conta no banco reforçada
que este é um amor "de tudo ou nada"

amar é um negócio de algum risco
e não quero ter à perna o fisco

hoje segue a remessa de mil beijos
na volta manda-me quatro ou cinco queijos

inominável disse...

queres queijo francês, suíço ou austríaco??? tudo tax free:)

com a bolsa de valores a atravessar a crise, não admira que as transações sentimentais andem a enfrentar dificuldades acrescidas...

Maria disse...

... se calhar, nesse tom, abrir falência é o melhor...
não têm que pagar impostos, se avisarem as finanças, lol

legivel disse...

... não sou esquisito de boca
satisfaço-me com coisa pouca
o queijo pode ser qualquer um
e já agora dois quilos de atum





(não me esqueci do poema do post anterior)

bruno .b.c disse...

era só mesmo para
dizer que isto anda
bonzinho por aqui.
mais o anterior, mas
enfim, comenta-se neste.

Laura disse...

Ah! o silêncio...
gostei do seu poema. Abs, Laura

o pumablogspot.com disse...

OBVIAMENTE - A FALÊNCIA

Ida disse...

Avisa ao escrivão
nessas paragens
hareng e não atum, nem salmão!

(Beijos falidos!)

inominável disse...

não entrem em falência... o mundo é cheio de amores bons e de transa(r)ções de qualidade ;)

Claudia Sousa Dias disse...

Eu optava pela segunda hipótese.


CSD

hora tardia disse...

levei-te para a hora tardia.


_____________.


obrigada...:)



(piano)