sábado, julho 21, 2007

adultério

queria que o meu coração fosse uma pedra
para te atirar com ele

.

15 comentários:

Anónimo disse...

... ou para fazer sopa

Assinado: O careca gago de oculos, canhoto surdo de um ouvido

legivel disse...

... vinha eu aqui todo falinhas mansas, deixar umas larachas-poéticas da minha lavra e zás ... levo com um coração nas ventas! Boa!

Além de violenta, tens boa pontaria, pois (não podia deixar de ser.. ) deixaste-me com um olho ao peito e um nariz sem jeito. Devolvo-te o coração no estado em que o encontrei: durão. Que não quero que me digas um dia que to fanei...

Sobre o "adultério" não cometo; quero dizer, não comento...

legivel disse...

... ah! e antes que me esqueça,




Ó pá! esqueci-me mesmo que entretanto tocaram à porta. Era um gajo a vender escovas eléctricas para engraxar sapatos e o tipo exaltou-se comigo porque quando me perguntou se eu queria adquirir um par das tais escovas, eu devolvi-lhe a resposta com outra pergunta: "a sua mulher já alguma vez cometeu adultério?". Foi uma cégada das antigas e se não fosse a minha vizinha do lado que é judoca acalmar as águas eu estaria agora bastante maltratado...

inominável disse...

mas olha que acertei sem querer!!! caramba, podias ter-te desviado...

PS- sim, tenho mau-feitio!

un dress disse...

mas não...o coração era mole.

lançado do quinto andar

espatifou.se em fanicos na entrada

do prédio...

JRL disse...

Isto pode ser perigoso... :)

Ana Paula disse...

Olha que excelente ideia! :) Às vezes, só mesmo levando com um coração na cabeça ou nas "ventas" é que se acorda...para a realidade!
Obrigada pela parte que me toca. Acertou-me em cheio quando abri a tua página. :)

P.S. - Sei que não era para mim... :)

inominável disse...

ah ah ah

claro que não era para ti LOL podia ser?????? uh!

eu disse...

Não atires fora o teu coração . Ha-de haver quem o queira.
Beijos.


D. Galinha

APC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
APC disse...

Tá brilhante!!!
Essa expressão ainda fará história!

(Pena que tenha sido parida pelo mote que foi; li-a como um grito enraivecido de um amor não correspondido e agredido, sim, mas não necessariamente golpeado).

inominável disse...

melhor a tua interpretação do que os dois versos tímidos...

Claudia Sousa Dias disse...

Forte...1

Como diria uma amiga minha

DURO!!!

CSD

Bandida disse...

absolutamente brilhante!!!!!!!!

ai o que eu gosto da frase. se me permitires hei-de usá-la um destes dias.


beijo

B.

isabel victor disse...

Uma pedrada no charco !

:))